Tag Archives: Atalho

Trazer os Atalhos para a Área de Trabalho

PinguimFiquei a um bom tempo sem escrever pois estava postando uns vídeos sobre o Gimp no YouTube (acesse aqui: aula 01 e aula 02), mas para compensar vamos a uma dica incrível. Muitas vezes temos vários atalhos encontrados na área de pesquisa e desejamos trazê-los para a área de trabalho. Abra o gerenciador de arquivos (Nautillus ou Nemo) e copie o atalho (arquivo .desktop) de /usr/share/applications para /home/[seu usuário]/Área de Trabalho. Simples assim.

Linux é puro amor

PinguimOutra dica sensacional do Linux vai para o ambiente gráfico, quer pesquisar rapidamente? Pressione Win (aquela tecla que tem o símbolo do Windows) + A. Essa é fácil mas o bacana mesmo é segurar a tecla Win e verifique que além de aparecer na tela principal aquela tela com os atalhos que aparece na primeira vez que entramos no sistema, aparece também uma numeração na barra de ícones lateral. Cada um dos ícones colocado nessa barra pode ser acessado facilmente através do Win + Número, então deixe nessa barra os ícones mais usados.

A próxima dica tem a ver com o Nautilus, para deixá-lo ainda mais parecido com o Windows Explorer, abra-o e no menu principal acesse Preferências, palheta Exibir e marque a opção “Navegue entre as pastas em uma árvore“, pronto aperte o botão fechar. Agora no modo de exibição como lista de arquivo, é possível abrir as pastas do mesmo modo que o WE.

Básico do Linux

PinguimDuas teclas de atalho que são bem interessantes no Linux (usei com o Ubuntu 14.04). a primeira se refere a quando você está na tela gráfica do sistema e deseja abrir uma janela de comandos é a Ctrl+Alt+T. A segunda é possível alternar do mundo gráfico para o mundo de comandos Ctrl+Alt+F5 e retornar Crtl+Alt+F7. Quer aprender mais sobre o Linux? Baixe gratuitamente o Guia Foca. E o que é possível realizar na tela de comandos? Vejamos os comandos mais comuns:

  • whatis – help com as informações sobre um determinado comando
  • whereis – onde está tal coisa?
  • whoami – quem sou?
  • pwd – aonde estou?
  • ifconfig – quais minhas configurações de rede?
  • ps – lista dos processos ativos
  • kill – eliminar um determinado processo
  • ls – listar os arquivos e subdiretórios de uma pasta (similar ao dir do Windows)
  • sudo – permite que um usuário comum tenha permissão do superusuário
  • adduser ou useradd – criar um usuário
  • passwd – altera a senha de um usuário
  • touch – cria um arquivo
  • cd – mudar o diretório corrente
  • cp – copiar um arquivo
  • mv – mover um arquivo
  • rm – excluir um arquivo